Blog

Benefícios do preenchimento com ácido hialurônico

Benefícios do preenchimento com ácido hialurônico

27/01/2017

No campo do rejuvenescimento facial, o preenchimento é realizado para repor o volume perdido com o passar dos anos e reparar imperfeições adquiridas ao longo da vida. O principal objetivo é melhorar o contorno e as formas da face. O preenchimento com ácido hialurônico é uma técnica muito utilizada atualmente e sua popularidade tem explicação.

 O preenchimento com ácido hialurônico revitaliza a pele

Por utilizar uma substância já presente no organismo humano (cuja produção cai ao longo da vida), o preenchimento com ácido hialurônico é bastante seguro. A substância é responsável por hidratar e revitalizar a pele.

O ácido hialurônico passa por um processo chamado de reticulação, que faz com que ele dure mais tempo no organismo, além de conferir-lhe maleabilidade, o que garante à região tratada um aspecto mais natural.

É utilizado em praticamente todos os tratamentos de preenchimento facial, nos lábios, bochechas, contorno da face, queixo, região das têmporas e olheiras. A técnica também é usada para elevação das sobrancelhas, correção de depressões decorrentes de cirurgias ou cicatrizes de acne e para o tratamento de rugas.

Entre suas funções, está o poder de atrair grande quantidade de água para a região onde é aplicado, ajudando a amenizar as linhas de expressão, hidratando a pele e proporcionando um aspecto mais jovem.

O preenchimento com ácido hialurônico é um procedimento reversível. Existe uma enzima capaz de dissolver a substância em minutos. Caso a paciente mude de ideia, é possível repetir a técnica em uma ou duas semanas.

O procedimento é minimamente invasivo. Logo após a realização, a paciente já pode retornar à rotina. A região da aplicação, em alguns casos, pode ficar inchada e levemente avermelhada nos dois primeiros dias.

Outra vantagem é que o procedimento pode ser feito por pessoas de diferentes idades. Entretanto, gestantes, lactantes, portadores de doenças autoimunes e com inflamação ou infecção na área a ser tratada não devem realizar o preenchimento com ácido hialurônico. O tratamento pode ser realizado em conjunto com outros procedimentos para melhorar o resultado final, como a toxina botulínica e o peeling.