Blog

Saiba mais sobre a luz intensa pulsada

Saiba mais sobre a luz intensa pulsada

29/05/2017

A luz intensa pulsada é uma tecnologia empregada no tratamento de diferentes alterações dermatológicas.

A aplicação de luz intensa pulsada é um método que preserva a integridade da camada superficial da pele e estimula a produção de colágeno na derme. São emitidos feixes de luz de diferentes comprimentos de onda em direção à região e à estrutura-alvo que se deseja tratar. A energia luminosa é convertida em calor, que promove a ação desejada.

A possibilidade de variação dos comprimentos de onda (o que permite a atuação em vários níveis cutâneos simultaneamente) e, também, da duração e intervalo entre os pulsos, torna a luz intensa pulsada um procedimento versátil. Dependendo de seu comprimento de onda, possui afinidade com determinado cromóforo ou estrutura-alvo: melanina (manchas e pelos) e hemoglobina.

É um tratamento que pode ser indicado para cuidar de problemas de pigmentação, estrias, cicatrizes e envelhecimento cutâneo (especialmente o causado pela exposição ao sol), ou ser utilizado para remoção de pelos. Em alguns casos, é uma opção de tratamento de lesões vasculares.

Benefícios da luz intensa pulsada

A ação da luz intensa pulsada é capaz de aumentar a espessura cutânea e estimular as fibras de colágeno, responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele. Pode provocar a diminuição de rubor e vermelhidão, do tamanho dos poros, da secreção de sebo (acne) e de manchas causadas pelo sol, além de uma melhora na textura e aspereza da pele (rugas finas).

O pós-procedimento pode causar edema, vermelhidão e crostas. As sessões, em geral, são realizadas em intervalos de três ou quatro semanas, e seu número é determinado pelo dermatologista depois de avaliar o caso. Pessoas que sofrem de doenças associadas à fotossensibilidade, como lúpus, são desaconselhadas a realizar o procedimento.

De acordo com um estudo realizado no Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina, na Universidade de São Paulo (USP), a luz intensa pulsada é considerada uma boa opção de tratamento para o rejuvenescimento da pele por ser uma técnica não-ablativa, segura e eficaz.

 

FONTES:

http://www.sbd.org.br/procedimento/luz-intensa-pulsada/

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0365-05962011000600010&script=sci_arttext&tlng=es

http://www.medigraphic.com/pdfs/cutanea/mc-2009/mc091b.pdf