Blog

Tratamento de cicatrizes da acne com laser

Tratamento de cicatrizes da acne com laser

23/05/2017

A acne é a doença de pele mais comum. Dependendo da gravidade, pode causar muito sofrimento e deixar cicatrizes, principalmente no rosto e nas costas. Felizmente, existem algumas técnicas disponíveis para amenizar as marcas. O tratamento de cicatrizes da acne com laser é uma delas.

O laser CO2 fracionado é um dos mais utilizados nesses casos. Faz parte da categoria de laseres ablativos, que são os que agem mais profundamente e de forma mais precisa. Por isso, são recomendados para tratar cicatrizes.

A ação desse tipo de laser melhora o aspecto da pele induzindo pequenas lesões nas primeiras camadas cutâneas e forçando o organismo a reagir, de forma a reparar e renovar a área. Esse dano é feito de forma fracionada, através de pequenos furos que mantêm a pele ao redor preservada. É essa pele intacta que auxilia na cicatrização e diminui o tempo de recuperação e o risco de infecções.

O laser penetra nas camadas mais profundas da pele, estimula a produção de colágeno, suaviza as marcas antigas e revitaliza a pele. São milhares de pequenas e profundas colunas de pele tratadas.

O tratamento de cicatrizes da acne com laser atua de duas maneiras:

  • remove a parte da camada superficial da pele envelhecida e danificada, substituindo-a por uma nova e saudável;
  • provoca a remodelação das fibras de colágeno, deixando-a mais firme e com menos rugas.

O laser CO2 fracionado é indicado para todos os tipos de pele, mas, especialmente, para as mais claras. Áreas delicadas como mãos, pescoço e rosto podem ser tratadas com segurança. O laser também pode ser usado para tratar o envelhecimento cutâneo, rugas, estrias e alguns tipos de manchas.

Como é feito o tratamento de cicatrizes da acne com laser

A aplicação do laser CO2 fracionado é feita com o uso de anestésicos tópicos para aliviar a dor e o desconforto no local.

Após a realização do procedimento, a pele fica avermelhada. No dia seguinte, pode ocorrer inchaço e pequenas crostas acastanhadas começam a aparecer, escurecendo-a. A sensação de desconforto e queimação pode continuar nos primeiros dias, e cuidados como o uso de compressas geladas, água termal e medicamentos prescritos pelo dermatologista ajudam a aliviá-los. Ventiladores e ambientes refrigerados também podem ser úteis.

O recomendado é que o dia escolhido para aplicação do laser, assim como os dias seguintes, sejam livres de outras atividades, como estudo e trabalho. Essa é uma orientação que visa o conforto da paciente, mas não é imprescindível. De qualquer forma, o rosto não deve ser lavado nas primeiras oito horas. Evite atividades físicas que provoquem o suor.

É importante que a exposição ao sol seja evitada, ao máximo, 30 dias antes e 30 dias depois do procedimento, sob o risco de manchar a pele. O protetor solar pode (e deve) ser aplicado a partir do segundo dia. Entre uma semana e dez dias, a pele estará recuperada. Os resultados finais poderão ser observados entre três e seis meses depois.

O número e a periodicidade das sessões vai depender do tipo de lesão a ser tratada. Apenas um dermatologista qualificado pode definir a conduta a seguir no tratamento de cicatrizes da acne com laser. Os resultados poderão ser insatisfatórios caso o médico não domine a técnica.